• (38) 99860-9779 | 98833-6526
  • pcmnorte@gmail.com
  • Sede em
    Montes Claros/MG

Criação do Centro Regional de Instruções e Estudos Maçônicos

20 Janeiro 2018 PCM 297 Views

É notório o júbilo com que os irmãos proclamam em ser maçom, afinal a maçonaria é uma instituição com marcas indeléveis na história mundial, principalmente nas transformações em busca de um mundo melhor.

A maçonaria em seu universo congrega homens livres e de bons costumes independente de raças, nacionalidades, convicções ou crenças, nivelando-os como irmãos, mas buscando sempre elevá-los quando se refere ao aperfeiçoamento moral, intelectual e social. Obviamente todo o contexto do conhecimento maçônico quer seja filosófico, histórico, ritualístico ou da legislação, é muito extenso, que carece de um aprofundamento através de um estudo sistemático e de discussão mais profunda.

Aliado a isso ainda há outros fatores adversos que contribuem para provocar ainda mais o desconhecimento, entre eles citamos: Poucas fontes de pesquisas e algumas existentes pouco confiáveis; diversidade de ritos e obediências, cada um com suas particularidades; Pessoas que se apropriam de conhecimento inverídico e os propaga como sendo verdadeiros; Transmissão de costumes errôneos, etc.

Verifica-se ainda o pouco tempo destinado em Loja para os estudos e instrução maçônica, em geral uns quinze minutos, que ainda assim é contestado pelos irmãos ou não assimilando a apresentação, causada principalmente pela repetição de temas, cópias de trabalhos sem a mínima observância se o tema está em consonância com o rito ou com a obediência a que está a Loja jurisdicionada, ou ainda assuntos profanos que nada tem a ver com a doutrina maçônica.

Esse cenário é propício para o desvirtuamento da maçonaria e ainda agrega-se a isso a inércia de alguns irmãos na busca do conhecimento, muitas vezes causada pelas orientações equivocadas, instruções mal preparadas etc.

Desta forma torna-se necessária a organização de um Centro que vise suprir essas deficiências e que procure motivar os maçons para o aperfeiçoamento dos seus conhecimentos, privilegiando as instruções práticas, o estudo e as pesquisas, trabalhando em grupo, e construindo ideias, através da apresentação de uma síntese de cada Instrução e debates, sobre o resultado de suas pesquisas e com a participação de todos os presentes.

Os Instrutores não são mais os transmissores de conhecimento, mas sim o coordenador dos estudos, pesquisas e debates, onde os discentes buscam descobrir o conhecimento de forma autônoma.

Usuários Online

Temos 55 visitantes e Nenhum membro online

Área Restrita